Linda festa de Iemanjá em Sepetiba

 

No domingo, 12 de fevereiro, no Iate Clube, na rua, na tenda montada na quadra do calçadão e na faixa de areia da Praia do Recôncavo, em Sepetiba, aconteceu a vigéssima terceira edição do evento Presente à Yemanjá em Sepetiba, que reuniu milhares de adeptos e simpatizantes das religiões de matrizes africanas (Unbanda, Candomblé, Ifá, Magia Cigana e outras), em vários atos em homenagem as divindades e em especial a rainha do mar.

A alegria, energia, união e amor deram o tom do ato de fé, que trasnbordava na emoção dos realizadores, participantes e público presente, que faziam seus cantigos as divindades sua forma de afgradecimento e rogando por novas graças.

A coordenadora geral do evento neste ano, Etemí Flávia da Osun, ao falar na abertura no clube, agradeceu o empenho dos membros do Corpo Sacerdotal que mesmo com toda a crise financeira se cotizaram e viabilizaram as despesas do evento, assim como o Patrono Jorge Babú, a comissão executiva e aos colaboradores que se dedicaram na organização do ato de fé e afirmação religiosa, que acaba se tornando uma grande festa do Povo do Santo.

O coordenador de mobilização e divulgação Babalorisá Paulo Mendonça d’Sangô, fez um breve resumo da história do evento e agradeceu aos veículos de mídia que divulgaram o evento, a participação da UNEGRO no evento, destacando a presidente Cláudia Vitelino e em especial o coordenador da região Cacau d’Oxossi pelo envolvimento na ideia de dar função de apoio as lutas sociais dentro do evento e convocou o Povo de Asé à tomarem as ruas em ações positivas.
Também no clube os presentes ouviram uma pela esplanação do Babalawo Alexandre Okana Oturale da Instituição Afro Cubana Ifá ni Lorun, sobre Iemanjá.

Mais um ano da linda apresentação do Espaço de dança, arte e cultura, sob a direção de Cyntia Valquíria e a roda em louvor ao Povo de Rua (Esu), esquentou as energias e abriu as atividades religiosas.

Ao falar o patrono Jorge Babú, parabenizou a comissão executiva, os que trabalharam na organização do evento e aos membros do Corpo Sacerdotal, que entenderam a capacidade da união e a força de estarem reunidos e unidos em prol da religião.

Todas as oferendas levadas ao mar foram ecologicamente corretas, das quais foram retiradas garrafas, louças, panos, vidros, espelhos, pentes e todo material plástico ou que possa agredir o ambiente.

No clube a apresentação contou com a colaboração do Toni da Hora, como locotor oficial e a sonorização no clube e na tenda ficou por conta do DJ Sandro e na caminhada com o caminhão de som do Serra.

Vale destacar a importante colaboração da equipe  da Defesa Civil Municipal, sob a coordenação do gerente oeste Vladimir Oliveira, que foi o único órgão público a se fazer presente neste histórico evento no bairro de Sepetiba.

Fonte: Real Notícias

http://realnoticias.blogspot.com.br/

 

[/mp_span_inner] [/mp_row_inner] [/mp_span] [/mp_row]